Durante a pandemia, ficou evidente as mudanças de hábitos em relação à alimentação dos brasileiros, o que, certamente, impactam na indústria. O Moinho Globo iniciou o ano de 2021  apresentando ao mercado o  reposicionamento da tradicional Globo, marca da casa e da farinha original, no mercado há 66 anos.

Depois de quase um ano de estudos e pesquisas, a indústria desenvolveu uma nova estratégia comercial e repaginou as embalagens das linhas de varejo e do mercado transformador – que atende especificamente padarias, restaurantes, confeitarias, pizzarias e afins. No total,  são mais de 100 produtos.

Junto com este investimento, a marca traz um novo posicionamento no relacionamento direto com o consumidor. “A Globo  apresenta a partir de agora uma linguagem visual mais amigável, atrativa e moderna. Nossa proposta foi  aproximar a marca do consumidor nesse novo tempo em que os hábitos estão mudando e quando o ato de cozinhar é cada vez mais um espaço de experiência, significado de prazer e vínculos”, detalha a vice-presidente do Moinho Globo, Paloma Venturelli, também vice-presidente do Sinditrigo-PR.

Segundo dados do Moinho Globo, que produz as marcas Globo e Famiglia Venturelli, as vendas de farinha de trigo  no segmento de varejo tiveram um crescimento de 6% no ano passado, representando um aumento de volume de 400 toneladas. O faturamento cresceu na casa dos 23%.